Estrutura Política

Assembleia geral

É a instância máxima de deliberação da categoria no âmbito do Cress. Todos os assistentes sociais inscritos no Conselho, em pleno gozo de seus direitos e quites com as anuidades até o ano anterior, tem direito de votar e ser votada na Assembleia Geral.

Conselho pleno

É a reunião mensal dos membros da Diretoria (Sede e Seccionais) e do Conselho Fiscal, com direito a voto.

Diretoria

É composta por 12 assistentes sociais, sendo seis titulares (presidente, vice-presidente, 1º secretária, 2º secretária, 1º tesoureira e 2º tesoureira) e seis suplentes. A participação na Diretoria não é remunerada e, geralmente, também não implica em licença do trabalho para exercer as atividades do Conselho. É responsável pela gestão da entidade.

Conselho fiscal

Acompanha e fiscaliza a execução orçamentária do CRESS. Composto por três membros efetivos e três membros suplentes. Seus membros também não são remunerados pelo CRESS e, geralmente, não possuem licença do trabalho para exercer as atividades do Conselho.

Comissões permanentes

São comissões previstas nas normatizações do conjunto CFESS/CRESS e devem ser instituídas em todos os conselhos, sendo compostas por assistentes sociais da diretoria e da base e, em alguns casos, por funcionários. São elas: Comissão de Inscrição, Comissão Permanente de Ética, Comissão de Orientação e Fiscalização (COFI), Comissão de Gestão Administrativo-Financeira, Comissão de Licitação,  Comissão de Combate a Inadimplência, Comissão de Seguridade Social, Comissão de Comunicação e Comissão de Formação Profissional.

Comissões temáticas

São comissões criadas para proporcionar à categoria o aprofundamento de temas relacionados às políticas públicas e de questões referentes ao exercício profissional nos diversos campos sócio-ocupacionais nos quais a assistente social está inserida. São constituídas por assistentes sociais da diretoria e da base, estudantes de Serviço Social, militantes, intelectuais e demais pessoas interessadas, que podem promover debates, estudos, propor pareceres, pesquisas, dentre outras ações.

Núcleos

São coletivos criados em regiões mais afastadas das sedes do CRESS, para proporcionar o diálogo da categoria no interior do estado com a direção do Conselho. Seu objetivo é discutir os desafios do exercício profissional da assistente social em determinada região do estado, que abrange determinados municípios. Cada núcleo possui Coordenação Coletiva formado por 3 (três) assistentes sociais, que fazem a ponte entre o núcleo e a diretoria do Conselho. São constituídos por assistentes sociais, estudantes de Serviço Social, militantes, intelectuais e demais pessoas interessadas, que podem promover debates, estudos, propor pareceres, pesquisas, dentre outras ações.

 

 

Voltar